logo e frase

Zezé Di Camargo - Faz eu perder o juízo - 1986

1º LP Solo do cantor Zezé Di Camargo lançado em 1986 pela 3M/Continental

Zezé Di Camargo - Vol.01
  • lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_148211-MLB20517482175_122015-F
  • lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_549211-MLB20517480402_122015-F
  • lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_842211-MLB20517482185_122015-F
  • lp

Musicas do LP

  1. Momentos a Dois
  2. Correntes
  3. Faz Eu Perder o Juízo
  4. Quero Ter Você Comigo
  5. Direito Meu
  6. Canto á Saudade
  7. Gotas
  8. Casamento Natural
  9. Cama Vazia
  10. Minha Presa
  11. Chove Em Meu Coração
  12. Estrelas

Zezé Di Camargo - Faz eu perder o juízo ( 1986) LP Completo 

Letras das Musica do LP

A1 - Momentos a Dois
Composição: (Fátima Leão)

Eu preciso falar com você urgentemente
Pra buscarmos os doces momentos
Por nós esquecidos.
Eu preciso que estenda seus braços na minha frente,
Não deixar que os sonhos que tenho se façam perdido.

Refrão
Essa noite te espero mais cedo pra gente sair
Pra esquecermos o tempo e escondermos as preocupações.
Que o presente dia de graça nos faça feliz
Pra vivermos cedendo somente às nossas emoções.

Nessa noite faremos verdades os nossos desejos
O prazer tomará nossos corpos unidos num beijo.
Numa noite em festa o amor nos empresta
Momentos a dois.
Uma nova aventura jamais nos censura agora e depois.

divisoria
lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_148211-MLB20517482175_122015-F
divisoria

A4 - Quero Ter Você Comigo
Composição: (Zezé Di Camargo / Zé Poxoreo)

Por tudo que me faz ver
Por tudo que me faz crer
Vai aumentando o meu amor por você
Te amo e não me iludo
Te gosto e faço tudo pra ter você

Pois, no amor enfrento guerras
Vou contra o mundo, se preciso for

Mas, quero é ter você comigo
Se vou sofrer depois, não ligo
O que interessa, no momento
É ser sua paixão somente

Te amo e gritarei ao mundo
Cantando o meu amor profundo
Com toda a força do meu ser
Vou te amar, vou te querer

Por tudo que me faz ver
Por tudo que me faz crer
Vai aumentando o meu amor por você
Te amo e não me iludo
Te gosto e faço tudo pra ter você

Pois, no amor enfrento guerras
Vou contra o mundo, se preciso for

Mas, quero é ter você comigo
Se vou sofrer depois, não ligo
O que interessa, no momento
É ser sua paixão somente

Te amo e gritarei ao mundo
Cantando o meu amor profundo
Com toda a força do meu ser
Vou te amar, vou te querer

Mas, quero é ter você comigo
Se vou sofrer depois, não ligo
O que interessa, no momento
É te querer, te querer, te amar

divisoria

B1 - Gotas
Composição: (Fátima Leão)

Neste peito afável
O espaço dos anos
Estão diluídas as gotas vermelhas
Percorrem meu corpo
Sem imagem nem planos
Um abismo penetra cá dentro de mim

A face esquecida
A imagem vistosa
Que foi transformada de um jeito absurdo
Tal qual objeto de um sonho esquecido
Me encontro perdido na arca dos sonhos

Vetaram meu mundo fechando os espaços
E me proibiram de tantos direitos
Não é que os defeitos estejam em mim
A causa de tudo é o eterno abandono - bis

A face esquecida
A imagem vistosa
Que foi transformada de um jeito absurdo
Tal qual objeto de um sonho esquecido
Me encontro perdido na arca dos sonhos

Vetaram meu mundo fechando os espaços
E me proibiram de tantos direitos
Não é que os defeitos estejam em mim
A causa de tudo é o eterno abandono - bis

divisoria

B4 - Minha Presa
Composição: (Fátima Leão / Felipe)

Na fonte dos seus olhos quero me banhar
No seu beijo molhado vou matar minha sede
Me embala nos seus braços, faça-me sonhar
Me leva pro seu colo, pode me ninar

Me cubra de carinho pra ser só meu frio
Fale em meus ouvidos, me causa arrepios
Alisa meus cabelos, tira o meu medo
Me conta sua vida sem guardar segredo

Tudo entre a gente pode acontecer
Um amor por toda a vida, um momento de prazer
Sem lugar, sem tempo e hora; a escolha é sua
Te amo à luz do sol em noite de lua

Vem, te atraio com meus olhos
Sou sua armadilha
Você é minha presa, meu prato preferido
No meu primeiro pulo posso te apanhar - bis

Tudo entre a gente pode acontecer
Um amor por toda a vida, um momento de prazer
Sem lugar, sem tempo e hora; a escolha é sua
Te amo à luz do sol em noite de lua

Vem, te atraio com meus olhos
Sou sua armadilha
Você é minha presa, meu prato preferido
No meu primeiro pulo posso te apanhar - bis

divisoria

A2 - Correntes
  Composição: (Fatima Leão / Zancope Simões)

Ah, esse luar que clareia
Essa brisa que me toca
Ouço os sinos badalar
E uma cantiga vem de longe
Quando o eco me esconde
Tudo por telepatia

De emoção e arrepiado
Fico meio embaraçado
Tento me aproximar
É que a timidez então me impede
E assim as pernas bambeiam
Não consigo caminhar

Sinto a pancada no meu peito
Ninguém toma providência
Pra tirar minha agonia
Preso nas correntes da saudade
E envolto de vontade
De estar perto de você - bis

De emoção e arrepiado
Fico meio embaraçado
Tento me aproximar
É que a timidez então me impede
E assim as pernas bambeiam
Não consigo caminhar

Sinto a pancada no meu peito
Ninguém toma providência
Pra tirar minha agonia
Preso nas correntes da saudade
E envolto de vontade
De estar perto de você - bis

lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_549211-MLB20517480402_122015-F

A5 - Direito Meu
 Composição: (Fátima Leão)

Quero sorrir se for a hora
Se partir agora para a decisão
Quero chegar no tempo certo
Se estiver aberto o seu coração

Tenho direito à Anistia
Que jurou um dia, se me der razão
Eu vim buscar o que é meu
O que você não deu
Também não sei por que

Quero de volta o meu sorriso
E meu paraíso
Que você tirou de mim
E os minutos de calor
Te dando o meu amor
De tudo você desfrutou

Nem é preciso dizer nada
Se estou errado foi
Foi melhor assim
Seu mundo nunca foi o meu
Pegue o que é seu
Vou cuidar de mim

Mas eu quero o direito que tirou de mim
Também quero que me diz porque agiu assim
Vai esta louca paixão, vai embora
E vivendo num mundo de fora
Só direi para sempre adeus
Vai esta louca paixão, vai embora
E vivendo num mundo de fora
Só direi para sempre adeus
Vai esta louca paixão, vai embora
E vivendo num mundo de fora
Só direi para sempre adeus

divisoria

B2 - Casamento Natural
Composição: (Fátima Leão)

Virgem relva corre pelo chão
E o orvalho de noite te veste
Um coral de aves rima a canção
O sol ilumina a filmagem

Árvores e vento são as testemunhas
Aprovando o cerimonial
E a cachoeira entra com o véu
Neste casamento natural

Laranjeira ofertou o buquê
A Terra deu a recepção
A cana-de-açúcar deu a aguardente
E o refrigerante foi limão

Doutor joão-de-barro foi o construtor
Dona aranha teceu as cortinas
Pica-pau foi quem presenteou os móveis
O vagalume foi a lamparina

Em sertão noite e dia
As flores do campo, que decoração!
Tudo em perfeita harmonia - bis

(Repete Tudo)

 
divisoria

B5 - Chove Em Meu Coração
Composição: (Raining in My Heart)
(Boudleaux Brant / Fetice Brant)

Versão Joel Marques

O sol brilhou no céu azul
Não há sinal de chuva no ar
Mas a chuva cai em meu coração

Pro homem, o tempo está tudo bem
Ele não sabe que você partiu
Mas a chuva cai em meu coração

Oh; oh não me deixe
Não me deixe assim
Oh vem, traz o teu sol pra mim

Eu tento rir e não chorar
Vou até a rua ver o sol
E a chuva cai em meu coração

Oh; oh não me deixe
Não me deixe assim
Oh vem, traz o teu sol pra mim

Eu tento rir e não chorar
Vou até a rua ver o sol
Mas a chuva cai em meu coração

divisoria

A3 - Faz Eu Perder o Juízo
Composição: ((Killing Me Softly With His Song)
(Norman Cimble / Charles Fox / Versão: Alf Soares)

Faz eu perder o juízo
Mexe com meu coração
Faz eu perder os sentidos
Tira-me a vida
Matando suavemente
Cantando suavemente a canção

E, de repente, eu ouço aquele som chegar
E, de repente, existe música no ar
A voz em meus ouvidos tira a minha paz

Faz eu perder o juízo
Mexe com meu coração
Faz eu perder os sentidos
Tira-me a vida
Matando suavemente
Cantando suavemente a canção

E, pelo corpo inteiro, eu sinto até na voz
E o que vem primeiro é nada além de nós
Eu tento não ouvir mas, a canção me vence

Faz eu perder o juízo
Mexe com meu coração
Faz eu perder os sentidos
Tira-me a vida
Matando suavemente
Cantando suavemente a canção

Oh uô, üô üô uô üô üô üô üô
Na na na na na na...
A canção

Faz eu perder o juízo
Mexe com meu coração
Faz eu perder os sentidos
Tira-me a vida
Matando suavemente
Cantando suavemente a canção...

lp-zeze-di-camargo-solo-gravadora-3m-D_NQ_NP_842211-MLB20517482185_122015-F

A6 - Canto á Saudade
Composição: (Fátima Leão)

Senti doer dentro do peito
A dor que não tem jeito
Quando ela chama
Comecei respirar mais forte
Quero ter a sorte de alguém que ama
E nunca deixo a existência
Tenho paciência, posso esperar
Te dar o beijo da certeza
Como o beija-flor beija o amor no ar
Te dar o beijo da certeza
Como o beija-flor beija o amor no ar

Tirar o doce dos seus lábios
Como uma abelha suga o mel da flor
Sentir o sol queimar a terra
Quando cai a chuva, sobe o vapor
E quando a nuvem vira água
Vai lavar a mágoa deste sonhador
Aí, pego a viola e canto
Pra secar o pranto do meu grande amor
Aí, pego a viola e canto
Pra secar o pranto do meu grande amor

Tirar o doce dos seus lábios
Como uma abelha suga o mel da flor
Sentir o sol queimar a terra
Quando cai a chuva, sobe o vapor
E quando a nuvem vira água
Vai lavar a mágoa deste sonhador
Aí, pego a viola e canto
Pra secar o pranto do meu grande amor
Aí, pego a viola e canto
Pra secar o pranto do meu grande amor

divisoria

B3 - Cama Vazia
Composição: (Martinha)

Fechei a porta, como faço toda noite
Encostei mais a cortina pra não entrar a luz do dia
Ajeito as coisas mais ou menos nos lugares
De repente, eu olho a cama: me parece tão vazia

É que esta cama já está mais que acostumada
A ter nós dois e amanhecer desarrumada
Até a cadeira em que deixamos nossa roupa
Parece triste e se sente abandonada
A nossa cama já está mais que acostumada
A amanhecer toda revolta e amarrotada
Até a cadeira em que deixamos nossa roupa
Parece triste e se sente abandonada

Seu travesseiro aqui sobrando do meu lado
Como eu, pobre coitado, já não dorme sem você
E estes lençóis cobrem meu corpo tão sem jeito
Tentam proteger meu peito mas, não sabem convencer

É que esta cama já está mais que acostumada
A ter nós dois e amanhecer desarrumada
Até a cadeira em que deixamos nossa roupa
Parece triste e se sente abandonada
A nossa cama já está mais que acostumada
A amanhecer toda revolta e amarrotada
Até a cadeira em que deixamos nossa roupa
Parece triste e se sente abandonada

divisoria

B6 - Estrelas
Composição: (Zezé Di Camargo)

Quero que este olhar seja mesmo sincero
Se não for, não sei o que será da minha vida
Se isto for um sonho, uma simples fantasia
Tenho medo de acordar e ver que tudo foi mentira
E uma luz está a brilhar na doçura do seu olhar
Uma porta que se abre e me convida pra entrar
Estrelas brilham nos olhos dela
Oh estrelas brilham nos olhos dela
E me diz que este brilho é o amor
Estrelas brilham nos olhos dela
Oh estrelas brilham nos olhos dela
E me diz que este brilho é o amor

Quero que este olhar seja mesmo sincero
Se não for, não sei o que será da minha vida
Se isto for um sonho, uma simples fantasia
Tenho medo de acordar e ver que tudo foi mentira
E uma luz está a brilhar na doçura do seu olhar
Uma porta que se abre e me convida pra entrar
Estrelas brilham nos olhos dela
Oh estrelas brilham nos olhos dela
E me diz que este brilho é o amor
Estrelas brilham nos olhos dela
Oh estrelas brilham nos olhos dela
E me diz que este brilho é o amor
Estrelas brilham nos olhos dela
Oh estrelas brilham nos olhos dela
E me diz

divisoria

PARCEIROS DO CANAL

Quer ser parceiro do canal entre em contato e tenha sua marca anunciada aqui e em videos no nosso canal…. 

1506857_668956993145896_2121047707_n
12502_1516536171915154_5335645718093930532_n
LOGO
 

Entre em contato Vinil do Velho

Pagina dedicada a divulgação de LPs digitalizados e postados no nosso canal Oficial no YouTube –  https://www.youtube.com/vinildovelhooficial

  ATENDIMENTO GERAL (67) 3366-1798 / (67) 8117-6631-

 vinildovelho@hotmail.com

Envie sua mensagem

mande sugestões e/ou perguntas e reclamações que estaremos disposto a ouvilo e a medida do possivel atende-los.