logo e frase

 Teodoro E Sampaio - Banho De Amor (1990) 

6º LP de Teodoro E Sampaio - intitulado como "Banho De Amor" lançado em 1990 pela Copacabana, com destaque para as composições "Paixão proibida" e "Pássaro de aço". Com esse disco, a dupla conquistou seu quarto disco de ouro.

Teodoro E Sampaio-Vol06

  • Teodoro e sampaio Banho de Amor
  • lp-teodoro-e-sampaio-banho-de-amor-disco-vinil-ano-1990-933411-MLB20539862067_012016-F
  • lp-teodoro-sampaio-banho-de-amor-1990-stereomono-14679-MLB206513089_2171-O

Musicas do LP

  1. Banho de Amor
  2. Estrela Caída
  3. O Amor Venceu de Novo
  4. Tô Apaixonado
  5. Paixão Proibida / Outra Vez
  6. Prisão de Papel
  7. Esta Noite te Amarei
  8. Más Lembranças de Você
  9. Sete Noites de Paixão
  10. Rock da Casa Fechada
  11. Sedução
  12. Pássaro de Aço

Teodoro E Sampaio - Banho De Amor (1990)  (LP Completo)

Letras das Musica do LP

A1 - Banho de Amor
Composição: (Alcino Alves - Rossi - Teodoro)

Foi Deus quem pôs você
No meu caminho
Eu sei que foi
E ninguém vai tirar de mim
Eu sei que não
Se um dia eu te perder
Perdido também estarei
Nós somos duas vidas
Que alimentam de paixão
Você tem uma força
Que não sei de onde vem
É uma luz que brilha
Dia e noite sem parar
Estando com você
encaro tudo oque vier
Você é o amor
Que todo homem quer achar
E quando estou perdido
Sempre encontro em você
Meu ponto de equilíbrio
Pedo medida e valor
Aprendi com você
Oque eu julgava já saber
Você me deu um banho de amor

divisoria

A4 - Tô Apaixonado
Composição: (Elias Filho)

Eu tô doente morena, doente eu tô, morena
Tô apaixonado morena, tô morena tô
Eu tô doente morena, doente eu tô, morena
Tô apaixonado morena, tô e tô e tô

Arrumei a minha mala vou sair de madrugada
Tô morrendo de paixão em uma fossa danada
Pra onde a morena foi é pra lá que eu também vou
Tô morrendo apaixonado, tô morena tô

De paixão estou morrendo distante do meu amor
Eu espero que ela volte pra acalmar a minha dor
Se um dia ela voltar vai curar minha paixão
Arrancando do meu peito esta cruel solidão

Meu coração tá doendo de saudade e grande dor
A morena que eu amava foi embora e não voltou
Pra onde a morena foi é pra lá que eu também vou
Tô morrendo apaixonado, tô morena tô

divisoria
copacabana gravadora png
divisoria

B1 - Esta Noite te Amarei
Composição: (Leal - Zé dos Reis - Teodoro)

Eu hoje vou brigar
Vou bater, vou apanhar, mas você vem comigo
Eu hoje vou beber
Tres passar, desconhecer, não quero amigos.

Eu te esperar
Nós vamos entender na saída deste bar
Se estiver sozinha sairemos numa boa
Se estiver acompanhada, dependendo da pessoa
Haverá uma grande briga, não importo de apanhar.

Você é o por que da minha vida
É a razão de muitas brigas, onde sempre fracassei
Porem não importa o passado
Que fique tudo acabado, mais esta noite te amarei.

Por isso vem comigo, vem comigo
Me obedeça, evite tudo isso!

lp-teodoro-e-sampaio-banho-de-amor-disco-vinil-ano-1990-933411-MLB20539862067_012016-F

B4 - Rock da Casa Fechada
Composição: (Ronaldo Adriano - teodoro)

Casa fechada...
Casa trancada...
Ela foi embora me deixou sozinho me abandonou...
Minhas camisetas...
Todas amarrotadas...
Casa bagunçada ela se mandou...
Ela estava no baile dançando com outro...
De rosto colado zombando de mim, e o baile era assim...

Esta noite vou beber a noite inteira...
Perdi minha companheira...
A mulher que eu tanto quero...
Eu não importo, o que vão falar de mim...
Eu preciso agir assim, ou então me desespero...
É muito triste, ver nossa casa fechada....
Lembrar que lá foi morada, até dois meses atrás...
E uma mulher que o destino nos uniu, agora se despediu...
E não volta nunca mais...

Como é que pode esquecer fácil assim...
Te peço volte pra mim...
Para fim dar a minha dor...

Eu quase morro ao ver tão abandonada...
A nossa casa fechada...
Que construí com amor...
{BIS}

Casa fechada...
Casa trancada...
Ela foi embora me deixou sozinho me abandonou...
Minhas camisetas...
Todas amarrotadas...
Casa bagunçada ela se mandou...
Ela estava no baile dançando com outro...
Querendo confusão, me chamou de bundão e ficou no bailão...

Garçom amigo...
Traga mais uma garrafa...
Somente bebendo passa...
Esta solidão malvada...
Só quando bebo...
É que passo lá na rua...
Onde ainda continua...
A nossa casa fechada...
As nossas flores...
Agora já não existem...
Murcharam e ficaram tristes...
O nosso jardim morreu...
A solidão...
Agora é dona de tudo...
Pra mim acabou o mundo...
Depois que ela me esqueceu...

Como é que pode esquecer fácil assim...
Te peço volte pra mim...
Para fim dar a minha dor...

Eu quase morro ao ver tão abandonada...
A nossa casa fechada...
Que construí com amor...
{BIS}

A2 - Estrela Caída
Composição: (Alcino Alves - Rosi - Osni Bilaqui - Warner)

Na cobertura daquele edifício
mora um alguém tão apaixonado
Esse alguém sou eu sofrendo sozinho
por alguém que não vive mais ao meu lado

No passado fomos um casal feliz
até que a cabeça daquela mulher
pirou de uma vez me deixando assim
Feito um exilado pertinho do fim
sem rumo certo pra um lugar qualquer

As vezes a noite olhando do alto os carros a passar
em um desses carros ela deve estar
levando a vida que ela escolheu
Meu olhar se perde em meio aos faróis das avenidas
tentando encontrar a estrela caída
Mas talvez a estrela caída sou eu

divisoria

A5 - Paixão Proibida
Composição: ( Itamaracá - Teodoro)

Querida, nós nos enganamos com nossos sentimentos
Nem eu nem você conseguiu cumprir o juramento
Num gesto apressado você com alguém se casou
Eu pra vingar também fiz um falso casamento
Agora amar em segredo é uma traição

Não deixe seu homem saber da nossa paixão
E quando ele for te abraçar na hora do amor
Finja que está feliz, não deixe ele perceber
Que ao invés de prazer você sente pavor

E quando no rádio tocar a nossa canção
"Você foi a caso mais antigo
O amor mais amigo que me aconteceu"
Se ele estiver por perto e você sentir medo
Se esconda no quarto e chore seu pranto sentido
Depois disfarçando abrace seu marido
Não deixe que os olhos contem seu segredo

Amor, a vida é desse jeito
Teremos que ocultar no peito
A nossa paixão proibida
Amor, estamos condenados
A amar separados pro resto da vida

Teodoro e sampaio Banho de Amor

B2 - Más Lembranças de Você
 Composição: (Alcino Alves - Rossi - Barrerito)

Tá bom
Se não tem jeito então a gente se separa
Vamos criar vergonha em nossa cara
Em nossas brigas vamos por ponto final

Tá bom
Pode levar suas ausências, seus defeitos
Ignorâncias, agressões e preconceitos
É o que possui e que pra mim fez tanto mal

Eu vou ficar
Com minha mágoa, meu degosto e sofrimento
Mas com o tempo vou cicatrizar por dentro
Vou arranjar um jeito pra te esquecer

Eu vou sair
Eu vou levar a minha vida normalmente
Alguém ainda deve me achar atraente
Para apagar as más lembranças de você

Que vai me amar
Como você nunca, nunca me amou
Vai me enxergar
Como você nunca, nunca me enxergou

Eu vou sentir
O que você não foi capaz de me proporcionar
Possivelmente nunca mais na vida vou chorar
Se eu conseguir ser amado como eu sempre quis

Aí eu sei
E conhecendo bem você e seus costumes
Vai amargar fortes crises de ciúme
Só por saber que sem você eu sou feliz

divisoria

B5 - Sedução
Composição: (Laércio Malaquias / Paulo Hidalgo / Teodoro)

Teu sorriso tão maroto me fascina
Tuas mãos assim tão ágeis me domina
Eu adoro teu perfume natural
É tão meigo teu semblante de menina
Tua pele delicada, flor tão fina

E a leveza de um corpo sensual
Teu andar malicioso e provocante
Os meus olhos a procura todo instante
Vem pra mim, pois o amor é tão normal

Vem menina
Vem virar mulher entre meus braços
Se perder entre sussurros e abraços
Aprender o que de bom a vida tem

Esta noite
Eu quero, quero ter você comigo
Em meu peito vai sentir seguro abrigo
Pra desabrochar a flor do seu prazer

E então
Na penumbra e no cansaço lhe afagar
Ver você tão lentamente cochilar
Para depois tudo de novo acontecer

Vem menina
Vem virar mulher entre meus braços
Se perder entre sussurros e abraços
Aprender o que de bom a vida tem

Esta noite
Eu quero, quero ter você comigo
Em meu peito vai sentir seguro abrigo
Pra desabrochar a flor do seu prazer

E então
Na penumbra e no cansaço lhe afagar
Ver você tão lentamente cochilar
Para depois tudo de novo acontecer

lp-teodoro-e-sampaio-banho-de-amor-disco-vinil-ano-1990-933411-MLB20539862067_012016-F

A3 - O Amor Venceu de Novo
Composição: (Alcino Alves - Rossi  - Cancioneiro)

Sem dúvida temos que conversar
Para tirar as dúvidas
Clarear aqueles pontos obscuros,
Que existe entre nós dois
Melhor chorarmos juntos um momento
Do que sorrir por fora e não por dentro
O caso é que do jeito que está
A barra já não dá pra nenhum de nós dois...

Me bata com o chicote da verdade
E este seu amado não reclama
Me ofenda, quanto eu quiser eu aceito
Mas em soluços diga que me ama
Me abrace com a força de uma deusa
Meus braços também querem te abraçar
O resto esquecemos num minuto
O amor venceu de novo, isso é tudo
Ninguém no mundo vai nos separar...

divisoria

A6 - Prisão de Papel
Composição: (Itamaracá - Teodoro)

Você não é feliz
Com o homem que está vivendo
Estas amargurada
Quem é que não vê que estas sofrendo
Você está mentindo.
Esta fingindo, está se enganando
O teu sorriso chora
E mostra claramente que está penando.

Papel que te prendeu
Nao proíbe a nossa paixão
Com ele você se casou
Mas mora comigo em seu coração
E quando ele te ama
Você reclama e sofre demais
E sente o meu calor
Na hora do amor que ele te faz.

Diga pra ele que você me ama
E não dá mais pra viver de ilusão
Por que o papel que prende seu corpo
Jamais conseguiu prender seu coração.

Papel que te prendeu
Nao proíbe a nossa paixão
Com ele você se casou
Mas mora comigo em seu coração
E quando ele te ama
Você reclama e sofre demais
E sente o meu calor
Na hora do amor que ele te faz.

Diga pra ele que você me ama
E não dá mais pra viver de ilusão
Por que o papel que prende seu corpo
Jamais conseguiu prender seu coração.

divisoria

B3 - Sete Noites de Paixão
Composição: (Constatino Mendes - Elias Filho)

Embora a distância que nos separa

Nossos corações permanecem unidos

Chorando confessa que sem mim não dorme

E nem imagina o que tenho sofrido


Já faz sete noites que estou acordado

Louco apaixonado só penso em ti

Por favor venha morar nesta casa

Ou eu largo tudo e vou morar aí


Que louca paixão que está me matando

Com os olhos chorando eu chamo seu nome

Sem você mulher minha vida não presta

Veja o que resta desse pobre homem

lp-teodoro-sampaio-banho-de-amor-1990-stereomono-14679-MLB206513089_2171-O
divisoria

B6 - Pássaro de Aço
Composição: (Alcino Alves - Rossi - Teodoro)

Pássaro grande feito de aço
Tirou os passos do teu trovador
Mais não consegue silenciar
A voz de ouro do cantador

Entre sorriso ou entre pranto
O povo canta com o seu mito
Cantor que canta com o seu povo
O povo que canta com Barrerito

As mãos divinas não fez ainda
A medicina me levantar
Mas fez o mundo entender que a vida
Fica mais linda com o meu cantar

Mundo a fora cantando vive
Mesmo cativo seu caminhar
Vai abraçando cada irmão
Que é a razão deste seu cantar

Cantar que quase emudecia
Quando caia aquele avião
Deus deu-lhe a vida não sente cansaço
Entre os braços da multidão

divisoria
Teodoro e sampaio Banho de Amor
divisoria

PARCEIROS DO CANAL

Quer ser parceiro do canal entre em contato e tenha sua marca anunciada aqui e em videos no nosso canal…. 

1506857_668956993145896_2121047707_n
12502_1516536171915154_5335645718093930532_n
LOGO
 

Entre em contato Vinil do Velho

Pagina dedicada a divulgação de LPs digitalizados e postados no nosso canal Oficial no YouTube –  https://www.youtube.com/vinildovelhooficial

  ATENDIMENTO GERAL (67) 3366-1798 / (67) 8117-6631-

 vinildovelho@hotmail.com

Envie sua mensagem

mande sugestões e/ou perguntas e reclamações que estaremos disposto a ouvilo e a medida do possivel atende-los.