logo e frase

Matogrosso e Mathias - Vol. 14 - 1991

décimo-quarto álbum da dupla Matogrosso e Mathias e o penúltimo com sua formação original, em que o Mathias ainda era João Batista Bernardo, lançado em 1991 pela gravadora Alvorada/Chantecler

Matogrosso e Mathias-Vol. 14
  • Contracapa
  • Capa
  • Selo B
  • Selo A
  • Selo Lado B

Musicas do LP

  1. Sorte Tem Quem Acredita
  2. Teu Beijo É Mais Sincero Que Você
  3. Me Esina a Te Esquecer
  4. Negue
  5. Guerreiro do Asfalto
  6. Esqueci de Lembrar
  7. Sem Ninguém no Coração
  8. Idas E Voltas
  9. Até Parece Mentira
  10. Ainda Sou Mais Eu
  11. Ex-mulher
  12. Rio Bonito

Matogrosso e Mathias - Vol. 14 - 1991 (LP Completo)

Letras das Musica do LP

A1 - Sorte Tem Quem Acredita Nela Composição: (Mário Marcos / Maxcilliano)

Não adianta um pé de coelho No bolso trazer Nem mesmo a tal ferradura Suspensa atrás da porta Oh, o estrago é bem maior do que Aquele da noite passada, oh Pois toda sorte tem quem Acredita nela Pois toda sorte tem quem Acredita nela Não é preciso dizer a ninguém Que darás recompensa Não faça isso a muitos que Gostam de criticar Esperam a sorte sentados sem sair Do lugar Pois toda sorte tem quem Acredita nela Pois toda sorte tem quem Acredita nela Não adianta ir a igreja rezar e Fazer tudo errado Você quer a frente das coisas Olhando de lado O céu que te cobre não cobra a Luz da manhã Desperta pra vida, acredite, A sorte é irmã Não é preciso dizer a ninguém Que darás recompensa Não faça isso a muitos que Gostam de criticar (criticar) Esperam a sorte sentados sem sair Do lugar Oh, pois toda sorte tem quem Acredita nela Pois toda sorte tem quem Acredita nela Não adianta ir a igreja rezar e Fazer tudo errado Você quer a frente das coisas Olhando de lado O céu que te cobre não cobra a Luz da manhã Desperta pra vida, acredite,

divisoria

A4 - Negue  Composição: (Zezé Di Camargo)

Me negue de uma vez o seu carinho, me negue Sufoque minha vontade e meu desejo, sufoque Recuse, não me queira em sua vida, por favor recuse Não admita mais que eu te procure Não admita mais que eu te procure.

Recuse me olhar dentro dos olhos, recuse Não deixe que eu te aperte no meu peito, não deixe Não faça muito charme em minha frente, por favor não faça Senão esqueço todas conseqüências e me atiro inteiro Inteiro em seus braços.

Eu sei não vou poder te amar do meu jeito, ah eu sei Eu sei não há mais chance pra nós dois, infelizmente eu sei Não vamos insistir com esse amor ele não pode acontecer Esse amor é uma atração de momento Depois pode ser o nosso sofrimento Ser uma barra pra nós dois.

INTRODUÇÃO

Recuse me olhar dentro dos olhos, recuse Não deixe que eu te aperte no meu peito, não deixe Não faça muito charme em minha frente, por favor não faça Senão esqueço todas conseqüências e me atiro inteiro Inteiro em seus braços.

Eu sei não vou poder te amar do meu jeito, ah eu sei...

divisoria

B1 - Sem Ninguém no Coração  Composição: (César Augusto / César Rossini)

Nessa vida tudo passa e tem um fim Nosso amor também passou ficou assim Cada um seguindo sua direção Dois corações pedindo pra fugir da solidão

Nossa vida foi o bem e foi o mal Uma estrada que chegou ao seu final Foi tão bom eu te amei, você me amou, Você já não é a mesma, nem mesmo agora eu sou

Nunca mais A gente fez amor como na primeira vez Agora tanto faz, tudo que gente fez O tempo esfriou nossa paixão Nunca mais Não somos mais do jeito que a gente quer Nós somos simplesmente homem e mulher Sem ninguém no coração

divisoria
Selo B

B4 - Ainda Sou Mais Eu Composição: (Mathias / Martinez)

O que foi que aconteceu com a gente Se brigamos simplesmente sem haver uma razão O que foi que aconteceu com a gente Não consigo acreditar, não encontro explicação

Eu procuro encontrar um erro E passo o tempo inteiro a me perguntar Por que tudo isso aconteceu E que culpa tenho eu se só fiz te amar

Agora que vai me querer assim Um ser amargo e cheio de paixão Quem quer compartilhar meu tédio Ando em busca de remédio pra curar a solidão Quisera eu ver um final feliz

Mas nosso sonho de amor morreu Depois de tantos desenganos Tenho que mudar meus planos E mostrar que eu sou mais eu

A2 - Teu Beijo É Mais Sincero Que Você  Composição: (Maurício Duboc / Carlos Colla)

Só mais uma vez Queria te encontrar Queria ter você comigo Eu quero te ver Pra gente conversar Mesmo que seja como amigos Se tem que acabar Se tem que ser assim Não pode haver ressentimentos Se você não quer Não vou mais insistir Me dê apenas um momento

Eu acho que preciso De uma noite com você Pois só assim eu posso Ter certeza que acabou E se depois do amor Você quiser partir Eu fico quieto e deixo você ir

Eu acho que eu posso te fazer feliz O instinto vai dizer O que você não diz Teu corpo vai mostrar O que eu quero saber Teu beijo é mais sincero que você

Se tem que acabar.....

divisoria
Capa
divisoria

A5 - Guerreiro do Asfalto   Composição: (Maracaí / Maria Lúcia)

O dia nem amanheceu e já estou na estrada No radio uma canção me faz lembrar alguém Todo cuidado é pouco se tem chuva e serração Penso nela o tempo todo e corro com o coração

Sou mais um desses guerreiros do asfalto Moro na boleia do meu caminhão e passeio em casa Viajo sempre carregado de paixão A saudade pesa mais que a carga do trucão.

Eu sou mais um desses solitários Cortando o chão de norte a sul desse país No vai e vem dessas viagens a saudade é bastante Mais é grudado no volante que eu sou feliz.

Sempre quando a noite chega o sono bate Para o no acostamento pra descansar Piso fundo no acelerador do meu pensamento Imagino teu abraço e choro ouvindo voz do vento

Sempre vejo no painel o seu retrato E falo as contas quanto falta pra chegar Na volta ando mais veloz se possível for Pra estacionar meu corpo nos braços do meu amor.

divisoria

B2 - Idas E Voltas Composição: (Paulo Debétio / Paulinho Resende)

Quando anoitece lá fora me bate a lembrança Do tempo em que éramos duas crianças Pensando que o mundo era um favo de mel Ah este amor inocente era pra toda vida Jamais entre nós nem adeus nem partida A nossa paixão tinha gosto de céu.

Parece até que foi ontem o primeiro beijo Quando fecho os olhos ainda te vejo E sinto as batidas do seu coração Há quanta coisa bonita no amor tão puro Parece mentira que aquele futuro Que a gente sonhou não passou de ilusão.

Veio nos trilhos do tempo o trem do destino E foi te levando por outros caminhos Deixando-me aqui na estação solidão E nessas idas e voltas da minha saudade Perdi o endereço da felicidade Fiquei prisioneiro da recordação.

INTRODUÇÃO

Parece até que foi ontem o primeiro beijo Quando fecho os olhos ainda te vejo E sinto as batidas do seu coração Ah quanta coisa bonita no amor tão puro Parece mentira que aquele futuro Que a gente sonhou não passou de ilusão.

Veio nos trilhos do tempo o trem do destino...

divisoria

B5 - Ex-mulher  Composição: (Dimarco / Matogrosso)

Por todo sol que racha a terra quente Gostaria minha gente de formar comparação Com toda nuvem que enche a terra de água Provocando tanta mágoa é a vingança do sertão.

Que corrompido em seus princípios mais puros Viu-se nu, mas sendo um duro decidiu-se rebelar E lançou mão das armas da natureza Chorou e ardeu com tristeza, mas se fez respeitar.

Mas me parece que os tais burros da cidade Não notaram que tal fúria deu-se foi contra a maldade Maldade essa contra o sertão, contra o matuto Que embora sendo um bruto carece de piedade E foi por isso que meu canto ficou triste Mas sertanejo resiste e sou um deles de verdade.

E até comparo tanto sol com tanta enchente Como um castigo urgente, greve em nome do sertão; Sertão que falo não é só o mato não senhor Mas tudo lá do interior pode ser uma canção

É que estou vendo minha musica sertaneja Ser brindada com cerveja numa fosse coletiva Já importavam tantos ritmos de fora Que o eu sertão de agora esta perdendo a voz ativa

divisoria

A3 - Me Esina a Te Esquecer Composição: (Tivas / Fátima Romero)

Cada vez que você vai embora Solidão me invade o peito, me devora; É tão triste a hora da partida Me acostumei ter você na minha vida.

Sinto falta do calor dos teus abraços Do teu cheiro e do aconchego dos teus braços Feito navalha a saudade corta o coração E vai deixando nossos sonhos pelo chão

Sem a lua do teu olhar Não tem sol, não tem luar Sou pássaro sem asas pra voar Sem você o que fazer Eu só quero te querer Me ensina por favor te esquecer.

divisoria
Selo B
divisoria

A6 - Esqueci de Lembrar Composição: (César Sampaio)

Tô chegando de novo, tô voltando para casa Deixo as malas na sala e procuro você To chegando cansado, esquecido de tudo Esqueci de lembrar que você me esqueceu.

Ainda sinto o perfume do seu corpo tão quente E recordo a gente loucos fazendo amor Uma lagrima rola, um vazio no peito E eu fico sem jeito, não consigo dormir.

E me pergunto de que adianta Eu ter tanta coisa aqui Se o que mais importa eu sei que perdi Nada me faz esquecer os momentos bonitos Que não voltam mais E hoje os meus sonhos são tristes Você não está.

Contracapa
divisoria

B3 - Até Parece Mentira Composição: (Tivas / Alcymar Monteiro)

De repente eu me vejo assim Sem você na minha vida De repente até parece que é o fim Que não temos mais saída; Que saudade eu sinto agora do que fomos nós Até parece que é mentira que estamos sós

Francamente eu preciso acreditar Que um dia desses você vai voltar Por que eu sinceramente estou sofrendo Sem você não sei ficar

Enquanto houver amor em mim eu não desisto Não posso abrir mão a toa da minha paz Pra ter você de novo aqui por Deus eu juro Que faço o que for preciso, e muito mais, muito mais

divisoria

B6 - Rio Bonito Composição: (Manoelito Nunes / Nina Santos)

Quem tem a graça de viver aqui E ama a vida do anterior Aceita o mundo como deus o fez Tem mais motivos pra falar de amor

Acha que o ouvir o coro divinal Da passarada ao amanhecer É um convite pra sair a rua Dar adeus pra lua e ver o sol nascer

E rio bonito de águas claras Com o seu cântico também se festeja Agradecendo por mais um dia Em sua bela vida sertaneja

A tardezinha como é lindo ver O sol se por no horizonte além A estrela dalva volta ao seu lugar Pra ver lua regressar também

A garça branca retornando ao ninho E as andorinhas revoando ao léu A flor silvestre serve de agasalho Ao brilho do orvalho que vem lá do céu

E rio bonito de águas claras Com o seu cântico também se festeja Agradecendo por mais um dia Em sua bela vida sertaneja

É o santo ventre da mãe natureza Que nos concede o pão de cada dia A gente planta e colhe com carinho E a nossa mesa nunca está vazia

É o campo verde que se faz mais verde É o céu azul que mais azul se faz Toda a riqueza que a gente anseia É uma vida cheia de amor e paz

E rio bonito de aguas claras Com o seu cântico também festeja Agradecendo por mais um dia A sua bela vida sertaneja

PARCEIROS DO CANAL

Quer ser parceiro do canal entre em contato e tenha sua marca anunciada aqui e em videos no nosso canal…. 

1506857_668956993145896_2121047707_n
12502_1516536171915154_5335645718093930532_n
LOGO
 

Entre em contato Vinil do Velho

Pagina dedicada a divulgação de LPs digitalizados e postados no nosso canal Oficial no YouTube –  https://www.youtube.com/vinildovelhooficial

  ATENDIMENTO GERAL (67) 3366-1798 / (67) 8117-6631-

 vinildovelho@hotmail.com

Envie sua mensagem

mande sugestões e/ou perguntas e reclamações que estaremos disposto a ouvilo e a medida do possivel atende-los.