logo e frase

Leandro e Leonardo - vol 03 - 1989 

Leandro & Leonardo Vol. 3 é um álbum de estúdio da dupla Leandro & Leonardo, lançado em 1989. As canções que mais se destacaram nesse LP foi "Entre Tapas e Beijos", composição de Nilton Lamas/Antônio Bueno, gravada originalmente por Lindomar Castilho e "É Por Você Que Canto", versão de "Sound Of Silence" de Simon & Garfunkel.

Leandro e Leonardo -vol 03

  • Leandro e Leonardo 1989 disco
  • Leandro e Leonardo 1989 disco Lado B
  • Leandro e Leonardo 1989 disco Lado A
  • Leandro e Leonardo 1989 Capa verso
  • Leandro e Leonardo 1989 Capa Frente

Musicas do LP

  1. Quem Será Essa Mulher
  2. Lágrimas Do Coração
  3. Quebra Esse Gelo
  4. Quarto Negro
  5. Paraíso
  6. É Por Você Que Canto
  7. Aqueles Olhos
  8. Entre Tapas E Beijos
  9. Teu Olhar
  10. Cai Na Real
  11. Semi-Luz
  12. Luar Do Sertão

Leandro & Leonardo - Vol. 3 - 1989 (LP Completo)

Letras das Musica do LP

A1 - Quem Será Essa Mulher
 Composição: (Zezé di Camardo)

Todo dia ela passa na minha rua
Sem notar minha presença, sozinha vai
Vejo seu vulto sumindo pela estrada
Deito, mas não vem o sono e ela vai voltar
De novo vai passar em frente à minha janela
E eu aqui querendo tanto ser dono dela
Traz o seu corpo cansado pela madrugada
Fico ouvindo seus passos na minha calçada

Quem será essa mulher, quem será?
Que mundo ela tem lá fora e não quer me mostrar?
Quem será essa mulher, quem será?
Quem é o dono dos seus beijos de amor?
Meu Deus, quem será?

Outro dia, outra noite eu fico sofrendo
Ela vai passar de novo e hoje eu vou falar
Mas é sempre a mesma história, eu fico zangado
Ela não me deu a chance e eu acabei calado
Preso nessa insegurança entre o sim e o não
Não sei, talvez seja bobagem do meu coração
Que entrou nessa loucura de amar sem conhecer
Mordido de amor por alguém sem saber o que fazer

Quem será essa mulher, quem será?
Que mundo ela tem lá fora e não quer me mostrar?
Quem será essa mulher, quem será?
Quem é o dono dos seus beijos de amor?
Meu Deus, quem será?

divisoria

A4 - Quarto Negro
Composição: (José Fernanedes)

Amanhece, a solidão é fera
Eu aqui lutando nessa espera
Nesse quarto negro de saudades, sem você
Frases que enfeitaram os meus sonhos
Destas velhas cartas tão risonhas
Desbotaram todas com o pranto que chorei

Meu sorriso alegre se perdeu
Com a falta do seu lindo olhar
Morreu a esperança no meu peito
Nessa ânsia de lhe encontrar

Ah! Se você me aparecesse
De braços abertos pra voltar
Com um beijo eu lhe entregaria
Todo amor que eu tenho pra lhe dar

Leandro e Leonardo 1989 disco Lado A
divisoria

B1 - Aqueles Olhos
Composição: (Cesar Augusto / Elias Muniz)

Onde estão aqueles olhos
Que até hoje eu procuro?
Dois faróis da madrugada
No meu quarto escuro

Onde estão aqueles olhos
Que falavam só de amor?
Estrelas que eu vi brilhando
E não sei a cor

Onde estão aqueles olhos
Que eu busco pelo mundo a fora?
Quando amanheceu o dia
O sol levou embora

Onde estão aqueles olhos
Que eu trago na imaginação?
Seu brilho invadiu meu quarto
E o meu coração

São azuis, são azuis
Verdes, negros eu não sei
São castanhos aqueles olhos
Que eu amei

São azuis, são azuis
Verdes, negros eu não sei
São castanhos aqueles olhos
Que eu amei

divisoria

B4 - Cai Na Real
Composição: (Waldir Luz)

Me envenena com seus beijos e carícias
Me envenena pra depois vir me dizer
Que esse caso de amor é impossível
Não me ama e só quer curtir prazer
Nada mais, nada mais
Sou apenas um ombro amigo
Um amante em sua cama, nada mais

E depois chora
Suas palavras desabando num segundo
Tantas mentiras, solidão é o nosso mundo
Transas vazias sem sentido e sem amor

Cai na real, cai na real
Daqui a pouco eu visto a roupa e vou embora
Pra nunca mais me procurar, esta é a hora
Meu coração já não suporta o mesmo mal

Leandro e Leonardo 1989 Capa verso

A2 - Lágrimas Do Coração
Composição: (José Fernanedes)

Hoje eu acordei tão triste de manhã
Duas lágrimas caíram do meu coração
Pois, a noite inteira sonhei com você
Oh! Que sonho bom de amor
Que noite linda!

Nesse abandono fiquei a olhar
Nossas coisas desprezadas no mesmo lugar
Nesse desencanto parece dizer
Pra você voltar e muito nos querer

Vem, mata essa saudade
Traz felicidade, me ajude a viver
Vem, mata essa vontade
Faz realidade este sonho meu

Leandro e Leonardo 1989 disco
divisoria

A5 - Paraíso
 Composição: (Zezé di Camardo/ José Fernanedes)

Quando o Sol se esconde no meu paraíso
Vem a Lua cheia mostrar o sorriso
Conto as estrelas sentado no chão
Toda a natureza canta esta canção

Tenho uma casinha e uma caboclinha
Pelos campos nós brincamos de esconder
Todos os passarinhos vêm nos visitar
Fazem festa para o dia amanhecer

Leandro e Leonardo 1989 Capa Frente
divisoria

B2 - Entre Tapas E Beijos
Composição: (Nilton Lamas / Antonio Bueno)

Perguntaram pra mim
Se ainda gosto dela
Respondi, tenho ódio
E morro de amor por ela

Hoje estamos juntinhos
Amanhã nem te vejo
Separando e voltando
A gente segue andando
Entre tapas e beijos

Eu sou dela, e ela é minha
E sempre queremos mais
Se me manda ir embora
Eu saio pra fora ele chama pra trás

Entre tapas e beijos
É ódio é desejo
É sonho é ternura
O casal que se ama
Até mesmo na cama
Provoca loucuras

E assim vou vivendo
Sofrendo e querendo
Esse amor doentio
Mas se falto pra ela
Meu mundo sem ela
Também é vazio

 

divisoria

B5 - Semi-Luz
Composição: (Carlos Randall / Luiz Berto)

Não vejo a hora de acabar o dia
Pra você poder voltar
Cair no aconchego dos teus braços
Corpo, alma, me entregar
Sentir a emoção de ser amado
Ser bem-vindo em sua vida
Curtir esta paixão incontrolável
Onde o amor é a saída

Na semi-luz
Encosto o meu peito nu sobre os seios seus
Desfruta o sabor do amor que há nos lábios meus
Amo você

A noite passa e o Sol pela vidraça
Invade a nossa intimidade
O simples badalar de um relógio
Despertou toda a cidade
Ainda tento achar no meu atraso
Alguns minutos pra você
E faço num abraço
Tanta coisa que numa noite não dá pra fazer

Na semi-luz
Encosto o meu peito nu sobre os seios seus
Desfruta o sabor do amor que há nos lábios meus
Amo você

gel contyinental

A3 - Quebra Esse Gelo
Composição: (Zezé di Camardo)

Faz muito tempo que a gente nem se olha
Faz muito tempo que a gente nem se fala
Faz muito tempo que eu te quero
Faz muito tempo que eu te espero
Faz muito tempo que eu não sei o que é um beijo teu
Faz muito tempo que ouvi você dizer adeus

A minha vida mudou tanto ultimamente
Não sou mais o mesmo de antigamente
As decepções do mundo me trouxeram tanta dor
Feriu fundo na alma e levou o que era amor
E todo esse tempo eu sofri demais
Preciso ter ver de novo, buscar a minha paz
Sentir esse corpo bonito bem perto de mim
Tentar arrancar do peito essa dor que não tem fim

Por isso quebra esse gelo do meu coração
Quebra esse gelo do meu coração
Quebra esse gelo do meu coração

divisoria

A6 - É Por Você Que Canto
Composição: (The Sound Of Silence)
(Paul Simon- Vs: Cilinha / João Viola)

Quanto mais o tempo passa
Mais eu gosto de você
Este seu jeito de me abraçar
Este seu jeito de olhar pra mim
Foi que fez com que
Eu gostasse logo de você
Tanto assim
É por você que canto

Quanto mais você me abraça
Mais eu quero ter você
Cada beijo que você me dá
Faz meu corpo todo estremecer
Sem você eu sei que
Não teria nenhuma razão
Pra viver
É por você que canto

Pode tudo transformar
Pode tudo se perder
Pode o mundo virar contra mim
Aconteça seja lá o que for
Cada dia que passar
Eu quero ainda muito mais
Seu amor
É por você que canto

Quanto mais você me abraça
Mais eu quero ter você
Cada beijo que você me dá
Faz meu corpo todo estremecer
Sem você eu sei que
Não teria nenhuma razão
Pra viver
É por você que canto

Pode tudo transformar
Pode tudo se perder
Pode o mundo virar contra mim
Aconteça seja lá o que for
Cada dia que passar
Eu quero ainda muito mais
Seu amor
É por você que canto
É por você que canto

divisoria

B3 - Teu Olhar
Composição: (Roberta Miranda)

Ai, que saudade desse teu olhar
Não me queres, mais eu vou à luta
Sei que um dia de mim vai gostar
Sei que tudo está meio indeciso
Se preciso for, vou te procurar

É bem provável que o amor adormeceu
As marcas ferem, deixam cicatrizes
Quem tem que te buscar sou eu
Pra sermos felizes, sermos felizes, sermos felizes

Sei que um dia de mim vai gostar
Sei que tudo está meio indeciso
Se preciso for, vou te procurar

Leandro e Leonardo 1989 disco Lado B
divisoria

B6 - Luar Do Sertão
Composição: (Catullo da Paixão Cearense)

"Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão"

Oh! que saudade do luar da minha terra
Lá na terra branquejando folhas secas pelo chão
Este luar cá da cidade tão escuro
Não tem aquela saudade do luar lá do sertão

Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão

Se a Lua nasce por detrás da verde mata
Mais parece um Sol de prata prateando a solidão
E a gente pega na viola que ponteia
E a canção é a Lua cheia nos nascer do coração

Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão

Mas como é lindo ver depois pro entre o mato
Deslizar calmo regato transparente como um véu
No leito azul das suas águas murmurando
E por sua vez roubando as estrelas lá do céu

Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão
Não há, ó gente, ó não
Luar como esse do sertão

PARCEIROS DO CANAL

Quer ser parceiro do canal entre em contato e tenha sua marca anunciada aqui e em videos no nosso canal…. 

1506857_668956993145896_2121047707_n
12502_1516536171915154_5335645718093930532_n
LOGO
 

Entre em contato Vinil do Velho

Pagina dedicada a divulgação de LPs digitalizados e postados no nosso canal Oficial no YouTube –  https://www.youtube.com/vinildovelhooficial

  ATENDIMENTO GERAL (67) 3366-1798 / (67) 8117-6631-

 vinildovelho@hotmail.com

Envie sua mensagem

mande sugestões e/ou perguntas e reclamações que estaremos disposto a ouvilo e a medida do possivel atende-los.