logo e frase

Felipe e Falcão (1986) Gosto de Felicidade (Vol. 01)

1º LP da dupla Felipe e Falcão intitulado como gosto da Felicidade lançado em 1986 pela gravadora Disco Globo um ano depois da formação da dupla... dupla esta formada por um administrador de empresas-empresário e por um jornalista-pescador. Uma história de sucesso e muita amizade. Marcelo Justino de Moraes e Antônio Rosa Ribeiro, ou simplesmente Felipe e Falcão...

Felipe e Falcão-Vol01

  • Felipe e Falcão - vol 01
  • Felipe e Falcão - vol 01 capa verso
  • Felipe e Falcão - vol 01 lp b
  • Felipe e Falcão - vol 01 lp a

Musicas do LP

  1. Por Amor Se Morre
  2. Roupas no Varal
  3. Pedacinho de Paz
  4. O Lixeiro e o Doutor
  5. Irmão de Leite
  6. Gosto da Felicidade
  7. Lamento e Saudade
  8. Quarto Crescente
  9. Último Beijo
  10. Balanço do Passa

Felipe e Falcão (1986) Gosto de Felicidade (Vol. 01)

Letras das Musica do LP

A1 - Por Amor Se Morre
Composição: (Ostecrino Lacerda e Felipe)

Se o telefone tocar
Sou eu a chamar
Por favor, me atenda
Eu não quero morrer,
Sem falar com você
Nessa noite horrenda

Sei que é muito importuno
Um chamado noturno
Mas é muito importante
Me atenda a sorrir
Depois volte a dormir
Com o seu novo amante

Hoje aqui nesse bar,
Vou beber, vou chorar
Essa dor que me invade
Gritarei para o mundo
Meu desgosto profundo
E a louca saudade

Já que a vida não presta
Sem você só me resta,
Tentar minha sorte
Tomarei mais um trago
E depois eu me apago
Nos braços da morte

divisoria

A4 - O Lixeiro e o Doutor
Composição: (Tião do Carro e Caetano Erba)

Meu boné enterrado na cabeça
Roupas rasgadas por pedaços de tranqueira
Meu macacão já bem velho e bem surrado
Estava sempre envermelhado de sujeira
Esse uniforme era da minha profissão
Eu trabalhava com ele a semana inteira
Eu catei lixo das favelas e mansões
Aproveitei muita coisa abandonada

Porque meus dedos nas garrafas sem gargalos
Tremi de frio nas medonhas madrugadas
Entrei na igreja com sapatos engraxados
Tirei do lixo atirado na calçada

Eu nessa lida tive uma grande surpresa
Aconteceu numa noite de verão
Ouvi um choro baixinho em meus ouvidos
Quando eu levava uma tranqueira em minhas mãos

Eu carregava junto ao lixo uma criança
Recém nascida enrolada em papelão
Larguei de tudo e corri para minha casa
Cheguei a tempo, a criança então salvei

No outro dia registrei como meu filho
Com muito amor e carinho eu criei
Dei comida, dei um teto e dei estudo
Com sacrifício num doutor eu transformei

Mas algum tempo depois fui aposentado
Meu uniforme de trabalho eu encostei
Agora vejo um doutor de roupas brancas
Pelo uniforme alaranjado agasalhei
Aí está para amenizar a dor humana
O grande homem que do lixo retirei

divisoria

B1 - Gosto da Felicidade 
Composição: (Falcão e Fátima Leão)

Preciso deixar de ter medo
Desse seu brinquedo que vai me deixar
Preciso enganar o tempo
Pra ver quanto tempo isso vai durar

Eu quero aproveitar o ensejo
Pra te dar um beijo que eu não consigo
Me deixe que eu ame você
Para que eu possa esquecer
Todo esse perigo

Quisera eu beijar o seu rosto
Pra sentir o gosto da felicidade
Encosta no meu peito, vem
Veja que não tem nenhuma falsidade
Calcule o seu tempo exato
Venha pro meu quarto
Comigo deitar...
Se aqueça no meu leito amigo
Pois não tem perigo eu só vou te amar (2x)

divisoria

B4 - Último Beijo
Composição: (Falcão e Zancopé Simões)

Juras de amor e muito amor você fazia
Um gesto doce paladar essencial
Eu que às vezes de prazer desfalecia
E me perdia nos segredos de casal
Tão inocente de repente eu me vejo
Plano sinistro arquitetado em meu louvor
Um abandono estraçalha o meu desejo
Um frio beijo se encerra um grande amor

É tão difícil percorrer certos caminhos
Me lembro bem como faz o beija-flor
Que colhe o mel evitando os espinhos
Assim eu fiz, mas não evitei a dor
É tão sublime a renúncia dolorosa
É muito nobre entender que fracassou
Quando a flor é sem espinho e perigosa
É bom lembrar que o mel já se acabou

divisoria
Felipe e Falcão - vol 01 lp b
divisoria

A2 - Roupas no Varal 
 Composição: (José Fortuna e Paraíso)

Passo todo dia ao cair da tarde
Em frente a casa onde está morando
E fico a olhar com desejo louco
Toda sua roupa no varal secando

Vejo a camisola que usou à noite
E as outras peças, que exagero seu
Por que tanta roupa se era suficiente
Aquecer seu corpo,só os braços meus ?
Eu queria ser uma dessas peças
Pra ficar colado em seu corpo lindo
Nem que fosse apenas por algumas horas
Durante a noite, quando está dormindo

Eu tenho inveja do Sol que lhe beija
Da água que a sua roupa lavou
Da espuma branquinha que levou embora
Todo seu perfume que nela deixou
E lá no varal toda sua roupa
Provoca desejo que até me arrepia
Porque imagino seu corpo sem ela
E eu sentindo sua pele macia

Eu queria ser uma dessas peças
Pra ficar colado em seu corpo lindo
Nem que fosse apenas por algumas horas
Durante a noite, quando está dormindo

divisoria
Felipe e Falcão - vol 01
felipe e falcão logo
divisoria
Felipe e Falcão - vol 01 capa verso
divisoria

B2 - Lamento e Saudade
Composição: (Falcão e Fátima Leão)

Tenho marcas de uma falsidade
De sabores que traçam meu peito
São lamentos que trazem saudades
De alguém que dormia em meu leito
Sofro tanto, ainda tenho vontade
De revê-la e não tem mais jeito

Ela que não quis
Me fazer feliz, haja coração
Com tanta paixão
Lhe dei tanto amor, ela não me amou
E só por maldade, deixou saudade
E não mais voltou

Hoje sigo meu próprio caminho
O passado não volta jamais
É como se fosse um menino
Que agora já é um rapaz
É como quem teve carinho
Teve amor e também não tem mais

Ela que não quis
Me fazer feliz, haja coração
Com tanta paixão
Lhe dei tanto amor, ela não me amou
E só por maldade, deixou saudade
E não mais voltou

divisoria

B5 - Balanço do Passa 
 Composição: (Itamaracá e Sirlon Franco)

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça, deixa passá

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

A folha do matucaio
O broto a formiga come
Já está chegando o tempo
Da mulher tratar do homem

Onde tem mulher bonita
Também pode ter intriga
Se me ver com mulher feia
Pode apartar que é briga

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

Quando eu vim da minha terra
Perdido de preconceito
Perdi a força da perna
Do braço e também do peito

Perdi até a vergonha
Só não perdi o respeito
E o lugar de passar pinga
Ainda está do mesmo jeito

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

Dinheirinho que eu ganho
Tá voando igual fumaça
Quando eu chego em casa
A mulher não me abraça

Fiscaliza o meu bolso
Veja que coisa sem graça
Vem cheirar na minha boca
Pra ver se eu bebi cachaça

Cachaça vem da cana
E a cana vem da roça
Quem tiver duas mulheres
Uma é dele a outra é nossa

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

Passa contra passa
No fundo de uma cabaça
Quando a mulher pega fogo
O homem solta fumaça

divisoria

A3 - Pedacinho de Paz
Composição: (Lourival dos Santos e Felipe)

Você nasceu da paixão que eu gostei de ter
Nasceu como nasce o Sol no amanhecer
Você é o amor que veio pra me enlouquecer
Delicada e carinhosa
Perfumada como a rosa
No jardim do meu prazer

Todo carinho do mundo
É você quem faz
Se preciso de um sorriso
É você quem traz
Seus abraços e seus beijos
Sempre quero mais
Minha linda criatura
Graciosa, meiga e pura
Meu pedacinho de paz

divisoria

A5 - Irmão de Leite 
Composição: (Ostecrino Lacerda)

Que queria ser letrado e ter muita instrução
Mas eu me criei na roça e me falta educação
Mesmo assim eu gostaria de dar minha opinião
Sobre o que se comemora hoje aqui nesse salão

Vou ter que sair da festa
Porque a verdade é esta
Vocês comem nessa festa
A carne do meu irmão

Espero que compreendam o meu aborrecimento
A minha história começa justo com meu nascimento
Por ser criado sem mãe veja o quanto eu padeci
É por isso que agora venho protestar aqui
Vai ser duro meu relato
Na tristeza que eu reparto
Minha mãe morreu de parto
Bem no dia em que nasci

Me serviu de mãe de leite
Uma vaquinha leiteira
Que eu ganhei do meu padrinho
Garantindo a mamadeira
No quintal da minha casa todo dia bem cedinho
Para mim era sagrado aquele santo leitinho
Minha memória garante
Não faltou um só instante
Pois seu leite foi bastante
Para mim e meu irmãozinho

Já contei tudo direito
Exatamente como foi
Eu cresci e fiquei moço
Meu irmãozinho virou boi
Por eu ser um boiadeiro de talento e profissão
Fui buscar uma boiada bem distante no sertão
Ganhei como recompensa essa minha dor imensa
Mataram na minha ausência o boi que era meu irmão

Chorando agora eu faço o meu último pedido
Vou levar o que restou desse meu irmão querido
O seu couro eu vou guardar para minha recordação
E a cabeça eu coloco bem no topo de um mourão
Na entrada de um piquete lembrando o triste banquete
Onde o meu irmão de leite foi servido no salão

divisoria

B3 - Quarto Crescente 
Composição: (Ostecrino Lacerda e Falcão)

Eu mandei na voz do vento
Recado pro meu amor
Reclamando sofrimento
Falando da minha dor
O vento gemeu na serra
E do cheiro de flor
Virou, perguntou por ela
Mas ainda não voltou

Eu pedi ao sabiá, uma cantiga emprestada
Daquelas canções bonitas que ouço de madrugada
Eu sei que a qualquer momento
O vento traz minha amada
Quero receber cantando
Minha doce namorada

O amigo beija-flor vai ter que me ensinar
Pois numa lição de amor
Eu quero aprender beijar
Vou fazer o meu ranchinho
Num palácio transformar
Para guardar com carinho
A Deusa do meu sonhar

No jardim desse meu peito eu cortei o mal-me-quer
E plantei o amor- perfeito pra dar para aquela mulher
Tudo que eu fizer é pouco pelo que o meu peito sente
Porque amor de caboclo
Se faz em quarto crescente

divisoria
Felipe e Falcão - vol 01 lp a
divisoria
Felipe e Falcão - vol 01

PARCEIROS DO CANAL

Quer ser parceiro do canal entre em contato e tenha sua marca anunciada aqui e em videos no nosso canal…. 

1506857_668956993145896_2121047707_n
12502_1516536171915154_5335645718093930532_n
LOGO
 

Entre em contato Vinil do Velho

Pagina dedicada a divulgação de LPs digitalizados e postados no nosso canal Oficial no YouTube –  https://www.youtube.com/vinildovelhooficial

  ATENDIMENTO GERAL (67) 3366-1798 / (67) 8117-6631-

 vinildovelho@hotmail.com

Envie sua mensagem

mande sugestões e/ou perguntas e reclamações que estaremos disposto a ouvilo e a medida do possivel atende-los.